2leep.com

quinta-feira, 3 de maio de 2012



USOS DA CULTURA NA RESPONSBILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

A Responsabilidade Social fundamenta-se na produção empresarial em harmonia com o público interno, a ética, transparência, respeito e não agressão ao meio ambiente, como também a interação com o público externo. É com este último que algumas empresas têm inserido mudanças na forma de tratamento e relacionamento, ultrapassando os limites das necessidades materiais e inserindo a cultura como um bem no processo de troca com as comunidades do seu entorno. Se no passado as ações e inovações tecnológicas e de gestão davam-se apenas nos espaços internos das organizações, a perspectiva de aproximação com a sociedade e o uso da cultura e dos mecanismos de incentivo à produção cultural, inserem mudanças significativas nas empresas que adotam os protocolos da Responsabilidade Social. O gerenciamento da cultura como um bem por empresas nos mais diversos segmentos de negócios, necessita de planejamento e ações específicas na determinação de como, quando e onde os recursos serão aplicados, como também novas estratégias de comunicação com trabalhadores, produtores culturais e o público em geral. A cultura entendida como um bem amplo, plural e mutante, requer ações estruturadas para a democratização do seu acesso e reversão dos baixos indicadores sociais no Brasil. No entanto, as estratégias de patrocínio cultural a espetáculos e grandes eventos é a face mais visível da utilização da cultura por empresas. O presente trabalho se propõe a analisar e discutir a utilização da cultura como um bem entre os paradigmas da Responsabilidade Social, e os mecanismos que as organizações utilizam, fundamentadas no discurso de resgate da cidadania e ocupação de espaços na sociedade através da cultura.


Palavras-chave: Responsabilidade Social; Cultura; Cidadania*


0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Top WordPress Themes