2leep.com

quinta-feira, 3 de maio de 2012

O Profissional de Secretariado interagindo com a Responsabilidade Social

   As últimas décadas têm sido um período de reflexão em nível internacional sobre o meio ambiente. Cada vez mais nós nos damos conta que a Revolução Industrial mudou para sempre a relação entre o homem e a natureza. Fica a pergunta para que cada um possa fazer um exame de consciência: o que estou fazendo para mudar isto na minha empresa?
   Vários acordos tratam desde 1992 de questões como a poluição dos oceanos, a degradação da terra, danos da camada de ozônio e a rápida extinção de animais e vegetais.
Nós, Profissionais de Secretariado, que estamos tão próximos aos centros decisórios das empresas conhecemos a importância da responsabilidade social incorporadas aos negócios, onde é valorizada hoje a transparência com os acionistas, funcionários, mídia, setores não-governamentais, meio ambiente e também com as comunidades com que operam.
   Entendemos que o diálogo tem que ser participativo, interativo, plural e sem deixar de lado o capitalismo e tão pouco o conceito de desenvolvimento sustentável, que sem dúvida está ligada à questão de preservação do meio ambiente, mas também o fortalecimento de parcerias duráveis.
   Em nosso Código de Ética constituem-se como um dos deveres considerar a profissão como um fim para a realização profissional e nas relações com a empresa agir como elemento facilitador das relações interpessoais, identificar-se com a filosofia empresarial, sendo agente facilitador e colaborador na implantação de mudanças administrativas e políticas.
   Como Profissionais de Secretariado que somos: formadores de opinião e cuidando dos processos de comunicação da empresa temos cuidado e formado pessoas conscientes de sua responsabilidade social?
   Temos isto em nossa missão pessoal? Nossa missão pessoal interage com a missão da empresa? Ou somos apenas ouvintes da notícia quando percebemos a importância em economizar energia, papel e água e saber que duas gerações futuras já sofrerão com os prejuízos que causamos ao meio ambiente?
   Nossa missão deve ser maior. Ao secretariar e conhecer os negócios que gerarão lucros para nossa empresa devemos pesquisar e ter dados e assim “convencer”, “dialogar”, “palpitar” para que a empresa seja socialmente responsável. Fazer valer os dados analíticos e estratégicos que levamos e as ações benéficas ou prejudiciais da empresa em relação ao novo tipo de negócio. Termos como compromisso em nossas atividades: a postura gerencial, o empreendedorismo, a visão generalista, a análise lógica das relações formais e causais entre fenômenos e situações organizacionais defendidas nas Diretrizes Curriculares dos cursos de graduação em Secretariado Executivo.
   Tendo esta ação politicamente ecológica, ganharemos em vários ângulos: cuidamos do meio ambiente neutralizando a sensação de culpa pelas coisas que não podemos mudar, maior credibilidade para nossa empresa e também para o trabalho que desenvolvemos.
    Responsabilidade Social: eu, Profissional de Secretariado, tenho muito a ver com isto!

Isabel Cristina Baptista
Diretora do Sindicato das Secretárias do Estado de São Paulo

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Top WordPress Themes