2leep.com

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Conclusão: Terceiro Setor

          O Terceiro Setor é uma área que está em constante desenvolvimento e que vem atraindo diversos profissionais de diferentes áreas, seja para atuar como voluntário, seja para ser colaborador das instituições que compõem este setor.
             O profissional graduado em Secretariado também atua nesta área e partindo deste pressuposto foram levantadas hipóteses quanto a atuação deste profissional no processo decisório nas Organizações não Governamentais passíveis de comprovação.
          Com a apuração e análise dos dados e informações obtidas com o questionário aplicado junto a profissionais de Secretariado que atuam em ONG’S de grande, pequeno e médio porte, ficou comprovada a veracidade das hipóteses levantadas durante o projeto de pesquisa, já que a amostra não-representativa das Secretárias que atuam no Terceiro Setor ratificou as hipóteses iniciais.
           Atualmente, segundo dados obtidos na apuração dos questionários aplicados, nas organizações de grande porte com caráter administrativo-gerencial a atuação da Secretária Executiva no processo decisório é indireta, já que há regras hierárquicas que regulam as relações de poder e, conseqüentemente, o processo decisório e maior divisão do trabalho consistindo numa ambiente que limitam a participação mais incisiva das profissionais. Além disso, ficou constatado que a insuficiência de informações relativa à gestão social durante a graduação, interfere em uma participação mais consistente no processo decisório das ONG’S.
           Portanto, a concepção que se faz de que a gestão de organizações do terceiro setor diferencia-se muito da gestão de organizações privadas, conforme o resultado obtido de amostra nãorepresentativa, é equivocada. À medida que estas organizações se desenvolvem e adquirem um caráter mais gerencial institucionalizado e hierarquizado com, muitas vezes, relações de poder verticais, a exemplo de grandes fundações e fusões de organizações sem fins lucrativos, estas organizações distanciam-se muito de práticas democráticas de gestão e participação, configurando um complexo de organizações que se assemelham cada vez mais às organizações privadas o que acaba por reproduzir e fortalecer uma ordem já existente, na qual o profissional é limitado às suas atividades diariamente desempenhadas.
           Talvez, com o enxugamento dos níveis hierárquicos e uma mudança na forma de gerir as organizações do Terceiro Setor admitindo características de gestão participativa fosse possível a participação e influência direta, não só do profissional de Secretariado, como dos profissionais de outras áreas, no processo decisório, ocorrendo de forma fluida, constante e eficaz.
     Valendo-se de uma amostra maior do tema abordado nesta pesquisa seria possível maximizar o grau de verdade obtido como generalizações, contribuindo para o conhecimento das relações de poder existentes nas emergentes organizações da sociedade civil e para o campo de atuação dos profissionais de secretariado e administração.

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Top WordPress Themes