2leep.com

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Checklist para o Trabalho no Facebook


Planejando

O checklist não começa exatamente com a página aberta do Facebook na área de criar páginas. Como todo projeto e trabalho, é preciso planejar com antecedência, discutir alguns pontos que podem direcionar se vale a pena (ou não) investir tempo, pessoal e dinheiro na rede social.
Pense em questões como:
  • Consigo gerar mais valor à minha marca entrando no Facebook?
  • Tenho recursos e tempo disponíveis para investir?
  • Já existem páginas relacionadas ao meu negócio? Algum fake ou fã?
  • Como estão meus concorrentes? Estão lá? Qual o desempenho deles?
Partindo deste ponto, você terá uma resposta firme se está mesmo apto a criar uma fan page e iniciar o trabalho de socialização com futuros fãs de sua marca.
Se a resposta for positiva, siga adiante pensando nas estratégias e planejando a prática:
  • Qual o meu objetivo ao colocar uma fan page no ar?
  • Qual será minha meta? Mais fãs? Vender algo? Apenas me expor mais?
  • Preciso definir minha estrutura: quantos irão trabalhar no Facebook? Qual será o gasto?
  • Qual será o processo de trabalho? Passará por quantas pessoas?
  • Que tipo de conteúdo vou levar ao usuário? Quais as postagens?
  • Só uma página é necessário ou preciso criar várias, segmentadas?
Perguntas como essas, quando respondidas, clareiam bem o objetivo de cada marca na hora de colocar a ideia realmente em prática. Pense na importância de se definir o planejamento e a estratégia até como fator de “economia”. Assim, você entrará na rede social já com o que pretende divulgar, como pretende e de que maneira as coisas irão funcionar, poupando tempo e trabalho extra.

Mãos à Obra!

Na hora de realmente criar a página e seus elementos, algumas questões também precisam ser levantadas e seguidas para um melhor desempenho. Lembre que é a imagem de sua empresa que estará em jogo diante dos usuários da rede social e, claro, seus possíveis (e futuros) fãs.
  • Qual será o nome da Página? Apenas o nome da empresa ou alguma kw relacionada?
  • Como será minha imagem de capa? Apenas o logo? Contemplará outras coisas?
  • Que informações vou disponibilizar no menu de informações? Terá mapa e telefone?
  • Pense na URL customizada? Qual será? E se já existir?
  • Aba personalizada de “bem vindo”: terá? Será com fan-gate (conteúdo bloqueado para não-fãs)?
  • Que aplicativos vou inserir para aumentar a interação? Eles são necessários?
  • Vou desenvolver algum app próprio?
  • Haverá integração com meu Twitter ou meu canal do Youtube, por exemplo?
  • Quais as regras para interação com os usuários? Eles vão postar no meu Mural? Farei um controle do conteúdo?
  • Como vou divulgar esta página? Terão ações promocionais e em outros canais?
Respondidas estas e outras eventuais questões que possam aparecer, é hora de partir para a ação e mirar a resposta dos usuários. O monitoramento do desempenho também é de extrema importância, até para comprovar se as respostas das perguntas acima realmente se justificaram na prática.
  • Quem vai administrar o desempenho da página? Poderá desviar o tipo de conteúdo planejado anteriormente?
  • Críticas e momentos negativos: como agir? Quais respostas dar?
  • Apenas divulgarei conteúdo ou poderei responder aos usuários?
  • Como vou monitorar o desempenho? Olharei apenas a base de fãs? E o engajamento?
  • É preciso um relatório ou apresentação do desempenho?
  • Existe um Plano B para atrair fãs caso as estratégias traçadas não funcionem?
Parece bastante coisa, mas trata-se de um bom guia para começar a trabalhar no Facebook. Questões-base são fundamentais para auxiliar no processo, principalmente para aqueles que não têm uma intimidade com a rede social e não imaginam como pensar na fan page e nas suas estratégias para o sucesso.
Antes de fechar a coluna desta semana, não se esqueça de olhar um pouco fora do mundo das fan pages. Algumas questões podem ser levadas em conta:
  • O que posso fazer para aumentar minha base de fãs e a exposição da minha fan page?
  • Facebook Ads: pode ser uma boa?
  • E quanto às Sponsored Stories?
  • Já inseri botões Curtir na minha homepage ou blog?
  • Que outros Social Plugins posso trabalhar?

Não Pare!

Ao se deparar com um checklist como esse, muitos acabam tendo uma reação bastante comum: fixam nas perguntas expostas, limitando o pensamento apenas a elas. A intenção deste artigo, no entanto, é apenas para ser um norte aos mais perdidos no Facebook Marketing.
Portanto, esteja sempre em questionamento quanto às ações e estratégias para o trabalho na rede social. Pense sempre como o usuário, acompanhe exemplos de sucesso e, claro, dê uma espiada na concorrência para tentar puxar idéias semelhantes que possam aumentar a visibilidade de sua marca no Facebook.
Não existe um checklist definitivo. Cada grupo de usuário reage de uma maneira e, por isso, é natural mudar o rumo das coisas, criar e responder novas perguntas.


COMENTÁRIO:

A reportagem nos da dicas para criarmos uma página no facebook ou em uma rede social como ferramenta de marketing para divulgar o seu próprio negócio. Ela começa nos dando as dicas de como se planejar ,como organizar tudo com antecedência para  não correr riscos futuramente e acabar causando prejuizos  para o seu negócio

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Top WordPress Themes