2leep.com

quarta-feira, 7 de março de 2012

Secretários Executivos como consultores


O século XXI trouxe consigo mudanças significativas no mercado de trabalho. O avanço tecnológico e a consequente rapidez da comunicação, neste mundo globalizado, favorecem algumas profissões, tornam outras obsoletas e abrem espaço para que novos campos possam ser explorados dentro de uma profissão.
Diante da nova realidade do mercado, buscou-se estudar novos campos de atuação para o profissional de secretariado, que são a prestação de serviços e a consultoria.
Segundo Chiavenato (1999), o mercado de trabalho atual está se deslocando rapidamente do setor industrial para a economia de serviços. “No século XX, a atividade de serviços se torna a força motora da economia, detendo maior quantidade de empresas, de postos de trabalho, de geração de riquezas e de influência nos outros setores que lideraram, no passado, a vida econômica” (CARRETEIRO, 2003, p.22).
O Profissional de Secretariado Executivo moderno já sente a necessidade de explorar este mercado de prestação de serviços.
Dentro da prestação de serviços, uma área que também pode ser explorada pelos profissionais de secretariado é a consultoria.
A consultoria pode acontecer de duas formas: quando o cliente diagnostica o problema, e dispõe-se a investir em sua solução, ou quando o cliente não é capaz de identificar por si próprio o problema e precisa de ajuda para mapeá-lo.
Assim, é necessário que o profissional de secretariado, além de ter domínio das práticas secretariais e do tema objeto de consultoria, também tenha características empreendedoras que o torne um gestor de sucesso.
Segundo Mocsányi (1997), os serviços que podem ser prestados por uma consultoria são projetos de curta duração, sem aumento de quadro, necessidade da visão de um especialista e treinamento do pessoal interno da empresa. Um exemplo de projeto que pode ser desenvolvido por uma consultoria é a área de gerenciamento da informação, quando o consultor identifica as falhas no processo e propõe a implantação de um sistema de melhorias.
Os serviços que poderiam ser prestados na área secretarial: organização de viagens, de eventos e de arquivos; palestras, treinamentos e cursos.
O trabalho pode ser desenvolvido de maneira independente, dentro de um grupo de profissionais da mesma área, liderando um grupo de colaboradores, sendo dono de uma pequena ou média empresa, ou como funcionário de uma grande empresa de consultoria.
A secretária deixou de ser apenas uma realizadora de tarefas, passando a ser uma assessora executiva, tendo um papel fundamental no dia-a-dia dos processos do departamento.
Assim, a secretária que possuir perfil empreendedor, mesmo que não possua conhecimentos suficientes para tal atividade, poderá partir em busca dos conhecimentos necessários e assumir o desafio de se tornar prestadora de serviços ou consultora, mesmo sabendo que irá encontrar ainda dificuldades para obter do mercado o reconhecimento pelo valor de sua atuação, porém a partir do momento que demonstrar a importância, credibilidade e seriedade de seus serviços, com certeza alcançará êxito em seus negócios.

Disponível na Internet. Consulta em 29 de Julho de 2010.
http://biblioteca.univap.br/dados/INIC/cd/inic/IC6%20anais/IC6-60.P

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Top WordPress Themes